Pati

Localizado no coração da Chapada Diamantina, o desafio dessa trilha é completo, uma paisagem exuberante formada por morros grandiosos, uma gama diferenciada de formações rochosas, rios, cachoeiras e um bioma que abrange desde a Caatinga até resquícios da Mata Atlântica.

O trekking no Pati transforma-se também numa experiência de peregrinação, conexão com a natureza, meditação, gratidão e superação.

Conheça um pouco sobre o Pati, um dos trekkings mais lindos do mundo

O trekking é feito nas trilhas que eram anteriormente usadas pra escoar o café da região.

O Pati é dentro do Parque Nacional da Chapada Diamantina, sendo possível acessá-lo por Guiné (distrito do município de Mucugê), Vale do Capão (distrito do município de Palmeiras) e também por Andaraí. 

Atravessando os Gerais do Vieira e Gerais do Rio Preto se chega ao Mirante do Pati (1), de onde você terá uma visão incrível do vale, seus morros e vegetação característica.

No cânion do Cachoeirão (2) o espetáculo ficará por conta da altura (300 m) e a visualização de até mais de 20 quedas d’água na época das chuvas.

A Cachoeira do Funil (3) oferece aquele banho renovador para relaxar a alma e recarregar as baterias. 

O Morro do Castelo (4), ponto mais alto (1.470 metros acima do nível do mar). O acesso aos principais mirantes será feito através da travessia de uma gruta fantástica.

Finalmente no Poço da Árvore (5),  fechando o trekking em grande estilo com picnic, contemplação e banho no magnífico cenário das cachoeiras cercadas pelas  maravilhosas árvores e mata da região.